Sobre

“Empatia é sentir com o outro, “dentro do outro”, em sintonia, na mesma faixa vibratória. Acontece quando descobrimos uma ponta secreta que se estende sob qualquer aparência. é uma ligação sutil e, ao mesmo tempo, profunda, que ocorre em minutos de mergulho, quando a alma vislumbra e compreende o que se passa com o próximo. Muitas vezes, basta um olhar significativo para que os canais dos sentimentos interajam. E isso acontece mesmo quando não existe uma profunda afinidade. É como se os ‘fios’ mais sensíveis estivessem bem conectados e alcançassem o mesmo padrão de voltagem. A empatia e a compreensão se completam, quando se consegue vestir a pele do outro, quando se consegue ‘andar nas sandálias’ dele, quando não se fazem perguntas e nem se espera respostas. Não se discorda nem necessariamente se concorda, mas entendem-se os motivos causadores do comportamento alheio. Nesses casos, não há necessidade de questionários, as explicações ficam supérfluas, porque quem explica e quem entende é a grande antena captadora de unidades ocultas.” O livro dos signos